OK
Close

Motorista alcoolizado mata dois ciclistas atropelados

Polícia

CLAUDETE CAMPOS AMERICANA | 16/07/2017-21:15:19 Atualizado em 16/07/2017-21:15:08

Os ciclistas Diogo Cia Faria, 38, residente em Americana, e Márcio José Bechis, 45, morador em Nova Odessa, morreram após serem atropelados por um veículo conduzido por um motorista embriagado às 8h40 de ontem. O atropelamento ocorreu 500 metros após o quilômetro 146 da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Limeira, sentido Santa Bárbara d'Oeste.
Faria é dono da imobiliária De Faria Imóveis, em Americana e Bechis era professor de Educação Física em Nova Odessa.
As duas vítimas faleceram no local e o motorista do veículo, Hyoran Gabriel Alves de Oliveira, 19, morador em Itu (SP), está em observação em um Pronto Socorro da cidade após ficar ferido.
Segundo a Polícia Militar Rodoviária, Oliveira conduzia um Corsa quando saiu da pista e atingiu os dois ciclistas no acostamento. O veículo ainda fez uma curva e capotou no canteiro lateral. De acordo com a Polícia Rodoviária, o teste do bafômetro apontou 0,90 miligramas de álcool no sangue por litro de ar expelido. Pela legislação, acima de 0,34, o motorista responde criminalmente.
O jovem que causou o acidente será autuado em flagrante por homicídio com dolo eventual e não foi arbitrada fiança, segundo a Polícia Civil. Além de estar embriagado, Oliveira também não tinha habilitação para dirigir. Depois que receber alta da Santa Casa de Misericórdia, onde está sob escolta policial, o acusado será conduzido ao CDP (Centro de Detenção Provisória) de Piracicaba, segundo informou a Polícia Civil.
O velório de Márcio José Bechis estava previsto para ser realizado no Ginásio Jaime Nercio Duarte, no Jardim Santa Rosa, em Nova Odessa, a partir das 21h de ontem. O velório de Diogo de Faria estava previsto para começar em torno de 22h de ontem na Capela do Cemitério da Saudade em Americana e o enterro será realizado às 10h de hoje no mesmo cemitério. Diogo deixou a mulher e um bebê de 15 dias.